Fade-UFPE chega em 2021 com balanço positivo no apoio à CT&I e aprovação de projetos em parcerias com o setores produtivos e governamental

Para além do trabalho no apoio aos projetos de combate à COVID-19, a Fundação aprovou 14 projetos com empresas e agências de fomento em Chamadas Públicas de 2020, além de ingressar na REPE

Em 2020, a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (Fade-UFPE) trabalhou no gerenciamento de diversos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) para combater a COVID-19. Para além da pandemia, a Fade apoiou a promoção de diversas parcerias entre a UFPE, indústria brasileira e representações públicas, que resultaram em inúmeros projetos de excelência no setor da ciência, tecnologia e inovação (CT&I). Dentre eles, podemos citar a aprovação do projeto “SIPREDVS  – Sistema Previsor de Demanda e Vazões Semi-horária”, coordenado pelo Prof. Ronaldo Aquino (Engenharia Elétrica), em parceria com a Eletrobras Furnas, sendo a primeira articulação da UFPE com a empresa.

 Já no âmbito do Edital CNPq Mai Dai 2020, a Fundação apoiou a aprovação de 13 projetos, resultantes das articulações da UFPE (CIn, CAA, LITPEG, CTG, CCSA e CAC) e as empresas Compesa, Bruker, Informa Software, Porto Digital, SiDi, Ameciclo e Tempest. Visando auxiliar os laboratórios da UFPE a executarem projetos no setor de petróleo e gás natural, a Fundação também apoiou o credenciamento do Departamento de Engenharia Eletrônica e de Sistemas e do grupo de pesquisa Innova+ Research Labs na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). 

Ciente da importância da aproximação com os demais players que fazem parte do Sistema Pernambucano de Inovação (SPIn), a Fade-UFPE ainda passou a integrar a Rede de Ecossistemas de Pernambuco (REPE), iniciativa liderada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco (SECTI) e pelo SEBRAE-PE. É importante destacar que todas as ações que visam promover parcerias entre a UFPE e a Indústria, são realizadas em colaboração com a Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PROPESQI). 

O ano de 2021 se inicia com a tarefa de auxiliar pesquisadores(as) das instituições apoiadas nas submissões de propostas em editais da FINEP e do BNB que atualmente estão em vigência, bem como a prospecção de novas parcerias que articulem as demandas da sociedade às competências científicas e tecnológicas presentes em nossas ICT’s. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.