Projeto de professora da UFPE é aprovado em Programa Emergencial de Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias da Capes

Projeto visa identificar novos compostos antimicrobianos de plantas

Via Ascom UFPE

O projeto PlatMAMP – Plataforma para o desenvolvimento racional de peptídeos anti-Sars-CoV-2, coordenado pela professora Ana Maria Benko-Iseppon, do Departamento de Genética, foi um dos 38 projetos aprovados no Programa Estratégico Emergencial de Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias, o Edital de Seleção Emergencial II “Fármacos e Imunologia” da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O projeto PlatMAMP busca realizar estudos visando identificar novos compostos antimicrobianos de plantas, incluindo candidatos contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O grupo, liderado pela professora Ana Benko-Iseppon, trabalha com compostos antimicrobianos de plantas e ferramentas de bioinformática há mais de 15 anos e tem aplicado um conjunto de análises ‘in silico’ capaz de avaliar a interação de moléculas antimicrobianas candidatas com o capsídeo viral do Sars-CoV-2, além de predizer o sítio e o nível de afinidade dessa interação. Os pesquisadores dispõem de mais de 100 moléculas candidatas identificadas em plantas da região a serem testadas e modificadas racionalmente em computador para aumentar sua eficiência antimicrobiana, além de diminuir possíveis efeitos colaterais para os pacientes.

PROGRAMA ESTRATÉGICO

O Programa Estratégico Emergencial de Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias, edital que irá financiar o projeto, é uma iniciativa da Capes e tem como objetivo apoiar projetos de pesquisa e formação de recursos humanos altamente qualificados, no âmbito dos programas de pós-graduação stricto sensu, voltados ao enfrentamento da COVID-19 e em temas relacionados a endemias e epidemias típicas do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *