Representante da Fade participa de reunião com prefeito de Toritama para firmar parcerias

Como desdobramento de um primeiro encontro entre representantes da UFPE e do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco, ocorrido na semana passada, o reitor Anísio Brasileiro, os professores Petrus Santa Cruz e Maurício Assuero (Fade), pela Universidade, e Fredi Maia, pelo núcleo, estiveram no dia 12 de janeiro , em Toritama, um dos municípios no Agreste pernambucano que integram o polo de confecções do Estado. O grupo visitou o prefeito Edilson Tavares que foi convidado para firmar um termo de cooperação a fim de viabilizar a implantação de projetos da Universidade naquele município.

Para reunião com o prefeito, que ocorrerá amanhã (19), estão previstas as presenças da diretora da Positiva, Solange Coutinho, e dos diretores do Centro Acadêmico do Agreste (CAA), Manoel Guedes, e do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), Jeronymo Libonati, além dos demais membros da comitiva que esteve em Toritama. “Temos na UFPE um enorme potencial interdisciplinar para atender às necessidades do Polo do Agreste, como os conhecimentos das áreas da Química, Design, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Tecnologia da Informação”, afirmou o reitor.

A ideia de estreitar as relações entre a UFPE e o polo de confecções tem como ponto de partida o projeto que o professor Petrus Santa Cruz, do Departamento de Química Fundamental, aprovou junto à Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A pesquisa “Nanodispositivos Moleculares Embarcados por Impressão DoD em Peças-Piloto Têxteis para P+L”, coordenada por ele e realizada no âmbito da Rede Sibratec Nano, propõe o uso de um dispositivo nanotecnológico para detectar o excesso de corante utilizado durante o tingimento de peças têxteis.

Segundo o reitor Anísio Brasileiro, “neste momento a UFPE visa consolidar sua aproximação com a sociedade, e essa cooperação com o polo de confecções atende a esta expectativa”. A estratégia, inclusive, figura no portfólio em que a diretoria de inovação da UFPE, a Positiva, aponta as áreas de excelência da Universidade.

“ A visita realizada a Toritama permitiu identificar uma série de oportunidades de projetos de pesquisas envolvendo várias áreas do conhecimento como tecnologia, informática, energia, meio ambiente, recursos hídricos, design, entre outros. Considero que foi um ponta pé inicial de uma série de ações que beneficiarão, num primeiro instante, a indústria têxtil, e como consequência o município. Amanhã teremos mais uma reunião com o prefeito de Toritama para darmos início a algumas atividades voltadas para a gestão pública. Entendo que este movimento da UFPE e da Fade deverá continuar em outras áreas e em outros polos do estado”, explicou Professor Mauricio Assuero.

Fonte : Ascom-UFPE

Orgy