Em sua terceira edição, o REC’n’Play continua focado em três caminhos: tecnologia, economia criativa e cidades, porém com uma programação ainda mais abundante e variada. Serão mais de 300 atividades como workshops, oficinas e palestras ministradas por personalidades de alto nível como o professor de criatividade Murilo Gun, o economista Gustavo Franco, o jornalista Caco Barcellos, o empresário e apresentador de televisão Luciano Huck e a presidente da Microsoft Brasil, Tânia Consentino. 

O evento é realizado pelo Porto Digital e pela Ampla Comunicação, em parceria com o Sebrae. Pierre Lucena, presidente do Porto Digital, afirmou durante coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (19) que o festival desse ano será maior em todos os âmbitos: “Temos novos parceiros nacionais que estão trazendo muito conteúdo. A gente também está ampliando em pelo menos 30% o investimento em relação à edição anterior. Aumentamos bastante a base de parceiros privados, que trazem mais conteúdo para a feira ou vêm como patrocinador”. Essa é a primeira vez que o evento fica definitivamente sob a direção de Lucena, que pretende transformar o festival em um espaço de criatividade e inovação, fomentando inclusive a possibilidade de acordos de negócios.

Assim, a edição 2019 será marcada por uma grande novidade gerada pela atuação do Sebrae em parceria com a Proa Marketing Cultural e Projetos: um evento de conexão de negócios chamado REContent, no Apolo 235, onde se pretende estabelecer uma plataforma para reunir potenciais investidores a produtores e desenvolvedores, além de apresentar empresas e startups de estratégias digitais de negócios. 

O intuito do REC’n’Play é tomar as ruas do Recife e se tornar um evento referência nas vertentes da tecnologia, economia criativa e cidades, com o diferencial de ser um evento essencialmente recifense. “Queremos que este ‘Carnaval do Conhecimento’ ocupe as ruas do Recife Antigo. A gente tem várias discussões sobre empreendedorismo que serão debatidas no festival”, diz Lucena, cuja fala é endossada por Francisco Saboya, idealizador do REC’n’Play e superintendente do Sebrae/PE, ao brincar dizendo que o evento tem duração de quatro dias para se assemelhar ao Carnaval recifense.

No quesito cultural, o Palco Frei Caneca se destaca. Instalado ao lado da Torre Malakoff, o espaço reunirá shows durante os dias 4 e 5 de outubro do festival. Entre as atrações estão Mombojó, DJ Dolores e Lia de Itamaracá. O público infantojuvenil, tem uma programação personalizada com as atividades “Crianças Conectadas”, “Fab Kids – Super Makers”, a oficina “Camisetas DIY em Stencil” e a “Mostra de Jogos Ambientais”. Nas tendas do Sesc, no Boulevard Rio Branco, serão realizadas atividades de contação de histórias, oficinas de brincadeiras, jogos populares e construção de brinquedos.

Mapa dos 18 espaços que farão parte do REC’n’Play 2019. Foto: Divulgação

Ao todo serão utilizados 18 espaços no Bairro de Recife, incluindo o novo Cinema do Porto Digital, que será inaugurado durante o festival. A organização espera reunir 20 mil pessoas inscritas nos quatro dias de evento. 

As inscrições são gratuitas e já podem ser realizadas no site do evento www.recnplay.pe. O site também conta com maiores informações e a programação completa do REC’n’Play 2019.