Reabertura da Farmácia Escola da UFPE

A Farmácia Escola Carlos Drummond de Andrade, do Departamento de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal de Pernambuco, irá reabrir suas portas no dia 23 de outubro para atender a comunidade. A Farmácia passou 10 meses fechada para se adequar as novas diretrizes da Universidade e, nesse período, renovou e melhorou toda a sua infraestrutura física e organizacional. A reestruturação foi empreendida em conjunto com a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (Fade-UFPE).

Há 18 anos a Farmácia Escola produz medicamentos manipulados com qualidade e capacidade para produzir diferentes formas farmacêuticas manipuladas nas mais diferentes classes terapêuticas, elaboradas por técnicos em Farmácia, devidamente capacitados e supervisionados por farmacêuticos e professores mestres, doutores e pós-doutores. Além disso, a farmácia participa ativamente no incentivo do uso racional de medicamentos, com palestras, cursos e folders para orientar pacientes e usuários. Os recursos adquiridos serviram para manter 05 disciplinas do curso de graduação e pós-graduação em Farmácia, financiar 38 dissertações de mestrado, 12 teses de doutorado e 90 artigos científicos.

O coordenador da Farmácia Escola, Professor Davi Santana informou que “produzimos há 18 anos medicamentos a custos menores que as farmácias privadas e oferecemos esses medicamentos à comunidade com um preço diferenciado do mercado, com qualidade e regularidade, para cerca de 300 usuários por dia”, disse o Professor. O público principal da instituição são alunos, funcionários e professores da UFPE, as comunidades circunvizinhas e os pacientes do Hospital das Clínicas, vindos da capital e do interior do Estado.

Além de desempenhar uma função social, a Farmácia Escola representa um espaço de ensino, pesquisa e extensão, colaborando com o cumprimento dos objetivos institucionais da UFPE.

 

Orgy