Projetos de Pesquisa

Nanosensores para detectar poluição nos rios –  Os Departamentos de Química Fundamental e Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco estão desenvolvendo um projeto na área de nanotecnologia molecular, com a intenção de produzir nanosensores para detectarem micropoluentes na água. Com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (Fade – UFPE), esse projeto tem como objetivo monitorar a qualidade da água e detectar micropoluentes nos rios Capibaribe e Ipojuca, na região de Caruaru e Toritama. Para realizar essa identificação, o projeto utiliza processos tecnológicos inovadores baseados na printônica – impressão de dispositivos com materiais nanoestruturados. A produção desse tipo de dispositivo só é possível graças a uma impressora chamada DMP – Dimatix Material Printer – que foi importada pela Fade com recursos do projeto.

O principal objetivo das pesquisas envolvendo nanotecnologias no Departamento de Química Fundamental são estudos na área de saúde e monitoramento ambiental. Dessa forma, a Fade em parceria com a UFPE trabalha em prol da sociedade, pois através desse tipo de pesquisa é possível promover benefícios para a saúde da população.

DSCN8848

   DSCN8858

Projeto PROCALARES – A Fade-UFPE apoia o projeto de preservação do Caranguejo Gigante de Fernando de Noronha. Vinculado aos Departamentos de Oceanografia e de Biologia da UFPE, o Projeto Caranguejos Insulares – PROCALARES é financiado pela Fundação Grupo Boticário de Apoio à Natureza, que busca a conservação de espécie existente em apenas quatro locais do planeta. A espécie Johngarthia lagostoma, popularmente conhecida como “caranguejo gigante” está no Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção, onde aparece com o status de “em perigo”. Embora sua captura seja proibida por lei federal, o caranguejo gigante ainda é muito cobiçado em Fernando de Noronha. Os benefícios gerados pelo projeto estão à repercussão e os impactos dos resultados obtidos que serão referidos na literatura científica brasileira e mundial, contribuindo para a conservação e para o conhecimento a respeito da espécie ameaçada e endêmica das Ilhas do Atlântico Equatorial.

Orgy