Gestores da Fade-UFPE discutem Planejamento Estratégico 2017

Com o intuito de elaborar o Plano de Ações Estratégicas de 2017, os gestores e supervisores da Fade-UFPE se reuniram na última quarta-feira (15), das 8h às 17h, no Recife Praia Hotel.  O momento foi uma oportunidade para discutir e planejar as ações, bem como agregar informações para fortalecer a atuação da Fundação.

A reunião foi iniciada com uma apresentação da Secretária Executiva da Fundação, Professora Suzana Montenegro, sobre o panorama geral da Ciência,  Tecnologia e Inovação no Brasil e os desafios da Fade-UFPE.  “Essa reunião de trabalho é para que possamos fortalecer nossa atuação, agregando informações ou até mesmo fazendo alterações nesse planejamento. Nossos desafios dentro das ações incluem a sustentabilidade jurídica, institucional e econômica. Por isso estamos aqui coletivamente, cada um é importante e cada um tem uma contribuição diferente. É cooperando que vamos vencer esses desafios”, afirmou Suzana Montenegro.

O Professor Maurício Assuero mostrou a necessidade de buscar novas maneiras para atrair mais projetos para a Fundação. “O volume de recursos está contingenciado. O caminho mais assertivo é levar a Universidade para dentro das empresas em uma relação clara e limpa. Além disso, a UFPE tem pessoas capazes de atrair investimentos internacionais e precisamos mostrar a esses professores a possibilidade dessas parcerias para alcançar um maior patamar nas pesquisas em ciência, inovação e tecnologia”, comentou o professor.

Para Paulo Guedes, Coordenador Executivo, o nível de captação está caindo, devido à conjuntura nacional “Em reposta ao cenário econômico, a Fundação está buscando aumentar cada vez mais a produtividade, inclusive novas fontes de financiamento. Precisamos mostrar a importância da Fade e amplificar a capacidade da Universidade através do nosso trabalho. A proatividade deve fazer parte de todas as ações do nosso corpo gerencial”, afirmou o Coordenador.

Durante a reunião foram discutidos os oito eixos que serão trabalhados no Plano de Ações Estratégicas de 2017: Reposicionamento Estratégico, Valorização dos Recursos Humanos, Consolidação dos Núcleos de Gestão de Projetos, Disponibilidade da Informação aos Clientes Externos e Internos, Normatização, Readequação da Estrutura Física, Relacionamento com os Parceiros (Internos e Externos) e Sustentabilidade.

Orgy