Fade participa de Encontro sobre Marco Legal da Ciência e Tecnologia

DSCN0431

A Fundação de Apoio à Universidade Federal de Pernambuco, a Agência de Inovação Positiva/UFPE e a Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças da UFPE (Proplan) participaram na última quarta-feira (11), no Centro Acadêmico do Agreste (CAA/UFPE), de um evento para discutir os impactos do Marco Legal da Ciência e Tecnologia nas instituições públicas.
Promovido pela Coordenação Setorial de Pós-Graduação e Pesquisa do Centro Acadêmico do Agreste (CAA/UFPE), o encontro além de fomentar o debate sobre a Lei 13.243/2016, também ampliou o conhecimento sobre o planejamento estratégico de inovação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Por meio da sua Agência de Inovação, Positiva/UFPE, a Universidade vem trabalhando com a Propesq, com a Procit e com a sua Fundação de Apoio – Fade-UFPE, para articular novas parcerias que integrem o conhecimento produzido na academia com a sociedade. “Um dos caminhos desse planejamento é apresentar o portfolio da UFPE para assegurar a integração dos pesquisadores com as empresas e assim buscar fora da Universidade investimentos para os projetos que sejam de interesse comum”, explicou a Diretora de Inovação da Positiva, Professora Solange Coutinho.
A palestra sobre o Marco Legal de Ciência e Tecnologia foi proferida pela professora Suzana Montenegro, Secretária Executiva da Fade-UFPE e Presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies). O Conselho participou e acompanhou diretamente da construção e aprovação da Lei 13.243/2016, sancionada em janeiro desse ano, em prol do desenvolvimento da ciência e do crescimento das pesquisas nas diversas áreas do conhecimento no Brasil.
Com intuito de transformar ciência em inovação, o marco traçou alguns objetivos estratégicos: melhorar a posição do Brasil no ranking de inovação, que hoje ocupa a 70° posição, promover uma integração entre união, estados e municípios, maior cooperação entre os agentes públicos e privados e uma menor burocracia na gestão do sistema de ciência e tecnologia. Para a Professora Suzana Montenegro, uma das principais conquistas da Lei 13.243/2016 é a desburocratização dos processos relacionados às pesquisas científicas no país. “O marco vai trazer simplicidade, transparência e segurança jurídica em vários instrumentos, facilitando a execução dos procedimentos dentro da política de Ciência Tecnologia e Inovação”, explicou a Secretária Executiva da Fade-UFPE.
A Universidade Federal de Pernambuco está construindo sua Política de Inovação e também resoluções especificas baseada no Marco Legal da Ciência e Tecnologia. “Em parceria com a Fade, estamos construindo algumas regulamentações. Entre elas à resolução 02/2015 que possibilita aos laboratórios da Universidade vinculados a atividades de ensino, pesquisa e extensão prestarem serviços a sociedade com o apoio da Fundação”, afirmou o Pró-Reitor da Proplan, Thiago José Galvão das Neves.
O encontro também contou com a participação do Coordenador de Propriedade Intelectual da Agencia de Inovação Positiva/UFPE, Renato Cintra, da Assessora de Planejamento da Fade-UFPE, Rosali Albuquerque e dos Professores e Pesquisadores do Centro Acadêmico do Agreste (CAA/UFPE).

DSCN0409Fade-UFPE – O novo modelo de gestão da Fade que promove uma gestão participativa e integrada, focada na produtividade com qualidade também foi apresentado pela professora Suzana Montenegro. Nos Núcleos são realizadas todas as fases do projeto, desde o planejamento e formatação, até a prestação de contas, passando pelas fases de acompanhamento da execução financeira e aquisições. “ Percebemos uma mudança significativa com a implantação desses núcleos, pois trouxe benefícios para todos os envolvidos nos projetos. A Fade se tornou mais ativa e mais cuidadosa com o acompanhamento dos projetos”, disse a Professora Suzana Montenegro.

Esse encontro faz parte de uma série de atividades que a gestão da Fundação vem promovendo com a Universidade Federal de Pernambuco em busca de novas parcerias.

Orgy